DEPRESSÃO PÓS-PARTO: CUIDANDO DA SAÚDE DA MULHER

Horário Funcionamento:
de segunda à sexta das 08h às 21:30h,
e sábado das 8h às 18h

Certamente a gravidez é um dos momentos mais importantes e mágicos que existem na vida de uma mulher (e claro, dos homens também!), mas mesmo assim, muitas vezes ela também é responsável por algumas inseguranças.
Existem diversos problemas que podem ser tratados com a ajuda de um profissional de psiquiatria que tem como principal foco o tratamento da mulher, como por exemplo os adventos da tensão pré-menstrual, menopausa, climatério, as dificuldades psicológicas envolvidas no momento da amamentação, entre outros, porém um dos mais recorrentes é a depressão pós-parto.
A depressão pós-parto, ou mesmo a tristeza pós-parto são eventos mais comuns do que imaginamos e acometem cerca de um quarto da população de mães de bebês recém-nascidos, sem um problema altamente relevante para a sociedade e que merece uma grande atenção!

Certamente a gravidez é um dos momentos mais importantes e mágicos que existem na vida de uma mulher (e claro, dos homens também!), mas mesmo assim, muitas vezes ela também é responsável por algumas inseguranças.
Existem diversos problemas que podem ser tratados com a ajuda de um profissional de psiquiatria que tem como principal foco o tratamento da mulher, como por exemplo os adventos da tensão pré-menstrual, menopausa, climatério, as dificuldades psicológicas envolvidas no momento da amamentação, entre outros, porém um dos mais recorrentes é a depressão pós-parto.
A depressão pós-parto, ou mesmo a tristeza pós-parto são eventos mais comuns do que imaginamos e acometem cerca de um quarto da população de mães de bebês recém-nascidos, sem um problema altamente relevante para a sociedade e que merece uma grande atenção!

MAS VOCÊ CONHECE TUDO SOBRE ESTA ESPECIALIDADE?

Nas primeiras horas após o nascimento do bebê, é normal a mãe sentir uma grande carência ou até mesmo um sentimento profundo de fragilidade, muitas vezes sentimentos estes que estão acompanhados de pensamentos relacionados às dificuldades que serão enfrentadas ao longo da criação do bebezinho, sendo que estes casos possuem incidências e gravidades muito variáveis, até mesmo em função das diferentes dinâmicas familiares.
É aí que entra forte o papel do profissional de psiquiatria. Ele de forma sensível e profissional tem o objetivo de entender as diferentes culturas familiares, bem como o momento vivido pela mulher a fim de ao cruzar estas informações ser capaz de indicar tratamentos efetivos para estas doenças muitas vezes tidas como problemas simples, mas que podem trazer grandes prejuízos à saúde da mulher.

MAS VOCÊ CONHECE TUDO SOBRE ESTA ESPECIALIDADE?

Nas primeiras horas após o nascimento do bebê, é normal a mãe sentir uma grande carência ou até mesmo um sentimento profundo de fragilidade, muitas vezes sentimentos estes que estão acompanhados de pensamentos relacionados às dificuldades que serão enfrentadas ao longo da criação do bebezinho, sendo que estes casos possuem incidências e gravidades muito variáveis, até mesmo em função das diferentes dinâmicas familiares.
É aí que entra forte o papel do profissional de psiquiatria. Ele de forma sensível e profissional tem o objetivo de entender as diferentes culturas familiares, bem como o momento vivido pela mulher a fim de ao cruzar estas informações ser capaz de indicar tratamentos efetivos para estas doenças muitas vezes tidas como problemas simples, mas que podem trazer grandes prejuízos à saúde da mulher.

QUAL O MOMENTO DE SE PROCURAR UM PROFISSIONAL DE PSIQUIATRIA

Normalmente, as famílias costumam buscar ajuda profissional para tratar dos casos citados quando a doença já foi agravada, gerando muitas vezes sequelas profundas tanto na mãe como no bebê (e em muitos casos, na família como um todo).
Sendo assim, o ideal é que o casal busque o acompanhamento de um profissional de psiquiatria desde o início da gravidez, a fim de que o mesmo realize os acompanhamentos necessários e garanta que o processo de gestação seja agradável e tranquilo.

QUAL O MOMENTO DE SE PROCURAR UM PROFISSIONAL DE PSIQUIATRIA

Normalmente, as famílias costumam buscar ajuda profissional para tratar dos casos citados quando a doença já foi agravada, gerando muitas vezes sequelas profundas tanto na mãe como no bebê (e em muitos casos, na família como um todo).
Sendo assim, o ideal é que o casal busque o acompanhamento de um profissional de psiquiatria desde o início da gravidez, a fim de que o mesmo realize os acompanhamentos necessários e garanta que o processo de gestação seja agradável e tranquilo.

UMA FORMA ESPECIAL DE CONSULTA

Tratar da saúde da mulher e da família é algo bastante íntimo e demanda uma relação muito especial com os profissionais especialistas. Essa relação de confiança só é possível quando estamos falando de profissionais compreensivos e amorosos, tanto com os pequenos pacientes como seus pais e mães. Nosso espaço é preparado para receber sua família!

Juliana Pires

 

Dra. Juliana Pires
CRM 136.005

 

 

Formada em Medicina pela Faculdade de Medicina do ABC, possui especialização em psiquiatria pela mesma instituição.
É co-fundadora do Projeto Sentir Materno, junto com outras 2 mães e psiquiatras, dedicadas a escrever, falar e pensar sobre a maternidade e seus desafios.

Agende com a Dra. Juliana Pires preenchendo o formulário ou entrando em
contato por:
 (11) 5579-9090
 (11) 93014-0007
 contato@espacodescomplicado.com