PEDIATRA E GASTROPEDIATRA

Horário Funcionamento:
de segunda à sexta das 08h às 21:30h,
e sábado das 8h às 18h

A dificuldade alimentar abrange qualquer processo que afete negativamente o ato de provir alimentação, pode ser causada por doenças agudas, alterações comportamentais, alterações sensoriais, percepção errônea dos pais , entre outras. Em todos os casos o paciente deverá ser avaliado pelo pediatra o mais precocemente possível. O mais importante em todos os casos é avaliar se o crescimento e desenvolvimento do paciente está adequado, assim pode-se determinar se o tratamento será ambulatorial ou se há indicação de internação como p.ex quando há desnutrição. Além do comprometimento nutricional, que não é comum nesses casos, a criança que não come pode gerar um grande estresse familiar já que a hora das refeições deixa de ser um momento agradável e de confraternização. Por isso, a abordagem psicossocial será de grande valia. Normalmente encontram-se famílias e crianças ansiosas e estressadas, o que dificuldade ainda mais a aceitação alimentar.

A dificuldade alimentar abrange qualquer processo que afete negativamente o ato de provir alimentação, pode ser causada por doenças agudas, alterações comportamentais, alterações sensoriais, percepção errônea dos pais , entre outras. Em todos os casos o paciente deverá ser avaliado pelo pediatra o mais precocemente possível. O mais importante em todos os casos é avaliar se o crescimento e desenvolvimento do paciente está adequado, assim pode-se determinar se o tratamento será ambulatorial ou se há indicação de internação como p.ex quando há desnutrição. Além do comprometimento nutricional, que não é comum nesses casos, a criança que não come pode gerar um grande estresse familiar já que a hora das refeições deixa de ser um momento agradável e de confraternização. Por isso, a abordagem psicossocial será de grande valia. Normalmente encontram-se famílias e crianças ansiosas e estressadas, o que dificuldade ainda mais a aceitação alimentar.

Uma característica em comum de todas as crianças que apresentam alguma dificuldade alimentar chama-se neofobia - medo do novo. A neofobia é pequena nos primeiros meses de vida aumentando sua intensidade dos 2 aos 6 anos de vida, período em que é mais comum então a dificuldade alimentar.

Sabe-se que o ambiente familiar é um dos aspectos que determinam se a criança terá dificuldades alimentares ou não, alguns dos fatores envolvidos são:

1. Rotina e estrutura familiar : refeições feitas a mesa, com toda a família, presença de alimentos diversificados, horários bem estabelecidos

2. Hábitos de refeições : hábitos familiares saudáveis

3. Presença de distratares : alimentação com filmes, TV e brinquedos distraem a criança e atrapalham a percepção de fome e saciedade

4. Estresse : o horario da refeição passa a ser uma tortura, não é incomum pacientes que começam a chorar ao ver o prato ou o babador e ao serem colocados no cadeirão.

Uma característica em comum de todas as crianças que apresentam alguma dificuldade alimentar chama-se neofobia - medo do novo. A neofobia é pequena nos primeiros meses de vida aumentando sua intensidade dos 2 aos 6 anos de vida, período em que é mais comum então a dificuldade alimentar.
​Sabe-se que o ambiente familiar é um dos aspectos que determinam se a criança terá dificuldades alimentares ou não, alguns dos fatores envolvidos são:

1. Rotina e estrutura familiar : refeições feitas a mesa, com toda a família, presença de alimentos diversificados, horários bem estabelecidos

2. Hábitos de refeições : hábitos familiares saudáveis

3. Presença de distratares : alimentação com filmes, TV e brinquedos distraem a criança e atrapalham a percepção de fome e saciedade

4. Estresse : o horario da refeição passa a ser uma tortura, não é incomum pacientes que começam a chorar ao ver o prato ou o babador e ao serem colocados no cadeirão.

Algumas características presentes na criança com dificuldade alimentar:

1. Poucas refeições em família : a criança come sozinha, a mãe come durante a novela e o pai durante o futebol p.ex.
2. Tempo longo de refeição : cada refeição demora 2 horas, a mãe precisa correr atrás da criança .
3. Grande quantidade de distrações à mesa : brinquedos, tablets.
4. A criança é forçada a comer : muitas vezes acontecem ameaças e chantagens nesse momento.
5. Introdução alimentar precoce : paciente pode ter sentido algum desconforto na ingestão de alimentos não adequados para a faixa etária, como presença de engasgos ou dor e acabam ficando com medo de sentir novamente.
6. Local de refeições inadequado: criança alimentada no chão, em meio aos brinquedos p.ex.
7. Criança sem autonomia nas refeições : pais que não deixam a criança brincar e se sujar com a comida.
8. Uso de utensílios inadequados : uso de colheres grandes demais que dificultam a aceitação do alimento além.

Algumas características presentes na criança com dificuldade alimentar:

1. Poucas refeições em família : a criança come sozinha, a mãe come durante a novela e o pai durante o futebol p.ex.
2. Tempo longo de refeição : cada refeição demora 2 horas, a mãe precisa correr atrás da criança .
3. Grande quantidade de distrações à mesa : brinquedos, tablets.
4. A criança é forçada a comer : muitas vezes acontecem ameaças e chantagens nesse momento.
5. Introdução alimentar precoce : paciente pode ter sentido algum desconforto na ingestão de alimentos não adequados para a faixa etária, como presença de engasgos ou dor e acabam ficando com medo de sentir novamente.
6. Local de refeições inadequado: criança alimentada no chão, em meio aos brinquedos p.ex.
7. Criança sem autonomia nas refeições : pais que não deixam a criança brincar e se sujar com a comida.
8. Uso de utensílios inadequados : uso de colheres grandes demais que dificultam a aceitação do alimento além.

UMA FORMA ESPECIAL DE CONSULTA

A fase de crescimento de uma criança muitas vezes é conturbada e geradora de muitas dúvidas e tratar destas questões é algo bastante íntimo e demanda uma relação muito especial com os profissionais especialistas. Essa relação de confiança só é possível quando estamos falando de profissionais compreensivos e amorosos, tanto com os pequenos pacientes como seus pais e mães. Nosso espaço é preparado para receber sua família!

 

Dra. Isabela Mazzei

 

 

A Dra Isabela é médica , formada no estado do Rio de Janeiro , onde nasceu. Se especializou em Pediatria na Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ e em Gastroenterologia Pediátrica na Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. Atualmente atende em consultórios em São Paulo e no pronto-atendimento do Hospital Albert Einstein. Tem experiência com doenças do trato gastrointestinal ou seja, esôfago, estômago, intestino e fígado e tem especial interesse em distúrbios e dificuldades alimentares.

'' - Um dos motivos pelos quais decidi criar esse canal, é ajudar as famílias a terem uma relação saudável com seus filhos e com a alimentação dos mesmos. Atualmente temos à nossa disposição muitas informações, o que sem duvidas é muito bom, entretanto esse excesso de informações acaba deixando as famílias inseguras em relação ao melhor alimento, à forma de alimentar seus filhos e de se comportar frente às dificuldades alimentares. Espero conseguir esclarecer questões que possam estar tornando estressantes os momentos de refeição em família e tirar dúvidas em relação a doenças muito comuns na infância como intolerâncias e alergias alimentares, prisão de ventre, refluxo entre outras...''

Agende com a Dra. Isabela Mazzei preenchendo o formulário ou entrando em
contato por:
 (11) 5579-9090
 (11) 93014-0007
 contato@espacodescomplicado.com